Número do Painel
Autor
Instituição
UFSC
Tipo de Bolsa
BIPI/UFSC
Orientador
RENATA PALANDRI SIGOLO
Depto
DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA / HST/CFH
Centro
CENTRO FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS
Laboratório
Grande Área / Área do Conhecimento
Ciências Humanas e Sociais/Ciências Humanas
Sub-área do Conhecimento
História das Ciências
Titulo
Saberes, narrativas e afetos: no encontro entre a biomedicina e os Outros
Resumo

O Projeto de Iniciação Científica ‘Saberes, narrativas e afetos: no encontro entre a biomedicina e os Outros’, foi desenvolvido pela bolsista Adriana Ines Strappazzon, do curso de graduação em medicina, com orientação da professora doutora Renata Palandri Sigolo, do departamento de História. A pesquisa envolveu duas frentes:

Na primeira exploramos diferentes narrativas que versam sobre mundos possíveis, noções de saúde, explicações sobre o adoecimento e práticas terapêuticas. Para esse propósito, o projeto de extensão Jardins da História nos contempla com um emaranhado de vozes que expressam saberes. No espaço do roteiro de visitas ao Jardins da História são narradas histórias indígenas de concepção de mundo, de saúde e adoecimento e compartilhados os usos de algumas plantas segundo diferentes etnias.

O ambiente gerado pelas histórias abre margem para que as pessoas compartilhem também seus saberes, constituídos no modo como percebem a saúde e a doença, marcada pela sociedade em que vivemos, e nos usos que elas mesmas fazem das plantas que visitamos. Assim, enquanto lugar de análise, o projeto Jardins da História nos mostra que o tema saúde envolve uma miríade de narrativas.

Na segunda frente, propomos elaborar modos de comunicação entre a biomedicina e conhecimentos outros. A sugestão à biomedicina é de que ela se permita afetar pelas experiências que afetam o outro. Nesse sentido, o conhecimento de narrativas ampara para a recepção e elaboração em nós das experiências que afetam os outros. As narrativas podem tornar permeáveis as fronteiras entre as pessoas, como artifícios de comunicação. Uma comunicação mediada pelos afetos que circulam quando as pessoas se encontram, escutam-se e se permitem afetar.

p { margin-bottom: 0.25cm; line-height: 115%; background: transparent }

Link do Video https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/210102
Palavras-chave
Narrativas médicas, Comunicação em Saúde, Hist da Saúde
Colaboradores

Pró-Reitoria de Pesquisa(PROPESQ) | Central Telefônica - (48) 3721-9332 | Email - pibic@contato.ufsc.br